Hole by hole

Campo A:

01Com um fairway largo este par 5 por vezes pode ser alcançado em duas pancadas. No entanto existem dois lagos no meio do fairway dificultando a segunda pancada. Ultrapassados os obstáculos fica com uma aproximação curta. É o buraco mais fácil de começar dos 3 percursos.

02Este par 3 tem um bunker do lado direito do green que a todo o custo deve ser evitado. Deve escolher um taco para a bola atingir no mínimo o centro do green não esquecendo o pequeno vale que se encontra imediatamente antes.

03Este par 4 a descer, tem só como dificuldade a pancada de saída. È um dog leg á esquerda sem visibilidade da queda da bola. Não podemos esquecer que qualquer pancada do tee muita á direita fica fora de limites.

04Um par 5 comprido que necessita de uma boa pancada de saída para conseguir ultrapassar o canto do dog leg á esquerda. As duas próximas pancadas num fairway a subir vão colocar a bola a uma distância de um ferro curto para um green de 54m de comprimento.

05Um buraco com o lado direito do fairway e rough inclinado pode ajudar ás pancadas de saída em slice, colocando a bola de volta no centro do fairway. A segunda pancada vai ser jogada para um green que fica a um nível inferior á bola com um pequeno vale antes do green.

06Este par 4 comprido tem uma dificuldade acrescida, a segunda pancada por vezes não chega ao green devido á inclinação íngreme do fairway. Mesmo com o vento a soprar favorável, a pancada para o green que se encontra protegido por bunkers muito fundos deve ser comprida.

07Com um fairway a descer facilitando a distância da pancada de saída, mas com uma inclinação a condicionar a queda da bola para a esquerda. A segunda pancada é jogada com a bola acima do nível dos pés para um green mais elevado, dificultando a escolha do taco para a distância correcta do buraco no green.

08Este par 3 a subir, tem como dificuldade a sua distância bem como os bunkers que o rodeiam. A ondulação deste green de grande dimensão vai testar as suas capacidades do Putt.

09Este dog leg á direita está bem protegido por eucaliptos de grande porte e dois bunkers á esquerda. Se for ambicioso pode tentar cortar á direita mas o O.O.B (out of bounds) está á sua espera. Na sua segunda pancada tem de escolher um taco a mais.

 

 

Campo B:

01A soma do comprimento com a inclinação do fairway faz com que este par 4 seja um dos mais difíceis dos três percursos. O green encontra-se ao mesmo nível que o fairway rodeado por bunkers.

02Apesar de ser um par 4 curto o fairway é muito estreito, por isso colocar a bola da pancada de saída é muito importante. O green elevado com três níveis suaves tem como dificuldade a sua velocidade.

03Neste maravilhoso par 5 em que a arte da estratégia de jogo é o mais importante, é por vezes uma tentação colocar a bola á segunda no green. Se a opção da segunda pancada for colocar a bola para ser jogada com um taco curto deve então evitar os bunkers da esquerda.

04Este par 4 curto com uma ligeira inclinação até a um green mais elevado que o fairway coloca o jogador no ponto mais alto deste percurso. A vista sobre o oceano supera qualquer mau resultado.

05Este magnífico duplo dog leg á esquerda oferece duas alternativas na pancada de saída. O eucalipto estrategicamente colocado no fairway para defender este par 5 cria um dilema na execução da segunda pancada, a decisão só pode ser tomada na altura. O green com várias inclinações completa este buraco.

06Este par 3 tem uma vista deslumbrante, a diferença da altitude do tee em relação ao green dá mais uma oportunidade de observar e relaxar antes de escolher o taco correcto para executar a sua pancada.

07O segredo está na pancada de saída, se conseguir cortar um pouco do dog leg e evitar o bunker da direita consegue jogar um taco mais curto para a segunda pancada. O desenho do green com uma área de queda de bola muito estreita desafia qualquer jogador a parar a bola.

08O único obstáculo que oferece mais perigo neste buraco é O.O.B sobre a direita desde do tee até ao green. Neste green tem varias opções para colocar o buraco mas nenhuma delas facilita o putt.

09Do tee pode apreciar o desenho deste green. Colocar a bola no green não é tarefa muito complicada, as várias ondulações no green no entanto não vão facilitar o putt se for necessário fazer um birdie. A vista sobre o buraco 19 pode ser uma boa razão para fazer poucas pancadas.

 

 

Campo C:

01PAR 4
A pancada de saída mais difícil dos três percursos, o fairway estreito com árvores em ambos os lados e o bunker sobre o lado direito têm de ser evitados a todo custo. A segunda pancada exige um ferro comprido.

02PAR 5
É possível chegar em duas neste par cinco. A segunda pancada tem de ser jogada por cima das árvores cortando o dog leg á direita. Se a opção for jogar para o canto do dog leg vai ter uma pancada curta para um green de três níveis.

03PAR 3
Este par 3 com 190 metros rodeado de bunkers tem como perigo maior o desnível sobre o lado direito com várias árvores.

04PAR 4
O ponto mais alto do campo de golfe, oferece uma vista deslumbrante. O fairway sempre a descer ajuda na distância da pancada de saída deixando uma aproximação curta. O lago sobre a direita rodeia grande parte do green.

05PAR 3
Um buraco bonito jogado por cima de dois lagos. As três posições de saída oferecem uma variedade de tacos a utilizar neste buraco. Quando a bandeira é colocado no segundo nível aumenta o desafio.

06PAR 4
Uma boa pancada de saída colocada sobre a direita do fairway facilita a aproximação ao pequeno green. O desnível á direita e o O.O.B sobre a esquerda são os principais obstáculos a evitar.

07PAR 4
Este dog leg é muito acessível para quem tem uma pancada de saída longa. Jogando a bola por cima das árvores, ficará a menos de 100 metros do green. A segunda opção é colocar a bola na abertura do dog leg que fica a 200 metros do tee deixando uma distância para um ferro médio ao green.

08PAR 4
Este dog leg á esquerda necessita de uma pancada do tee com precisão evitando o bunker da esquerda. A posição da bandeira neste buraco pode dificultar a segunda pancada.

09PAR 5
Com um ângulo de 90º neste dog leg á direita e com uma zona muito pequena para a queda de bola, a escolha correcta do taco á saída é fundamental. O fairway ladeado de árvores aconselha a prudência na segunda pancada. Se decidir jogar a bola até á descida deixa uma terceira pancada muito curta para o green.

Log in